Agenda

2019


NOVEMBRO


20/11 - MOSTRA SESC DE ARTES CÊNICAS

DE CARNE E CONCRETO - UMA INSTALAÇÃO COREOGRÁFICA em CEILÂNDIA- DF - TEATRO NEWTON ROSSI, 20h




FICHA TÉCNICA

De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica

Grupo: Anti Status Quo Companhia de Dança (Brasília - DF)

Direção artística, dramaturgia e conceito: Luciana Lara

Pesquisa e concepção: Luciana Lara em colaboração com bailarinos e artistas convidados colaboradores

Elenco: Camilla Nyarady, Déborah Alessandra, João Lima, Leonardo Rodrigues, Luciana Matias, Marcia Regina, Maria Ramalho, Raoni Carricondo e Robson Castro.

Bailarinos colaboradores do processo criativo: Camilla Nyarady, Carolina Carret, Cristhian Cantarino, João Lima, Luara Learth, Raoni Carricondo, Robson Castro e Vinícius Santana.

Artistas convidados colaboradores do processo criativo: Marcelo Evelin, Gustavo Ciríaco e Denise Stutz.

Figurino e máscaras: Luciana Lara e elenco

Iluminação: James Fensterseifer

Produção: Marconi Valadares

Fotos divulgação: Mila Petrillo, Nada Zgank, Márcio Correia

Saiba mais em www.sescdf.com.br 🎭



2 e 3 /11 - DE CARNE E CONCRETO - UMA INSTALAÇÃO COREOGRÁFICA

TEATRO GALPÃO DO ESPAÇO CULTURAL RENATO RUSSO em BRASÍLIA-DF



De Carne e Concreto - Uma instalação Coreográfica estará em Brasília-DF em curta temporada no 
Espaço Cultural Renato Russo 508 sul no final da semana que vem!

Dias 2 e 3 de novembro, sábado ás 19 hs e Domingo ás 14:30! Venha ver esse trabalho da Anti Status Quo Companhia de Dança que tem circulado por importantes festivais de artes cênicas no Brasil e no exterior!

Só neste ano de 2019, participou do DDD+FITEI em Porto, Portugal, CAMP_iN Encuentro Escénico no México e acaba de voltar de Belgrado na Sérvia do Belgrade International Theater Festival. Felizes de termos a oportunidade de apresentar em casa, gostaríamos de compartilhar este nosso trabalho com os amantes das artes cênicas de Brasília! Aceite esse convite e venha viver conosco uma experiência!


SERVIÇO:

De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica

Espetáculo da Anti Status Quo Companhia de Dança

Dias: 02 e 03 de novembro de 2019

Sábado ás 19h e domingo às 14h 30

Classificação indicativa: 18 anos

Duração: 2h 30 m

Público limitado em 120 pessoas.

Ingressos: R$ 40,00 (inteira)

Como adquirir o ingresso:

Compra antecipada : https://site.bileto.sympla.com.br/espacoculturalrenatorusso/

Ou no dia, 1 hora antes da apresentação na bilheteria física do Espaço Cultural Renato Russo 508 sul




SOBRE O TRABALHO:

Na fronteira entre a a dança contemporânea, a performance art, a intervenção urbana, as artes visuais, e experimentos sociais, o trabalho da Anti Status Quo Companhia de Dança de Brasília-DF, com Direção artística, dramaturgia e conceito de Luciana Lara coloca o público diante de questões sobre viver em sociedade em grandes centros urbanos e como a lógica do sistema econômico atual molda o comportamento. De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica é um convite para participar de uma experiência intensa e para refletir sobre a condição urbana humana atual sob a perspectiva do corpo.



FICHA TÉCNICA

De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica

Grupo: Anti Status Quo Companhia de Dança (Brasília - DF)

Direção artística, dramaturgia e conceito: Luciana Lara

Pesquisa e concepção: Luciana Lara em colaboração com bailarinos e artistas convidados colaboradores

Elenco: Camilla Nyarady, Déborah Alessandra, João Lima, Leonardo Rodrigues, Luciana Matias, Marcia Regina, Maria Ramalho, Raoni Carricondo e Robson Castro.

Bailarinos colaboradores do processo criativo: Camilla Nyarady, Carolina Carret, Cristhian Cantarino, João Lima, Luara Learth, Raoni Carricondo, Robson Castro e Vinícius Santana.

Artistas convidados colaboradores do processo criativo: Marcelo Evelin, Gustavo Ciríaco e Denise Stutz.

Figurino e máscaras: Luciana Lara e elenco

Iluminação: James Fensterseifer

Produção: Marconi Valadares

Fotos divulgação: Mila Petrillo, Nada Zgank, Márcio Correia

Saiba mais em:
http://www.espacoculturalrenatorusso.com.br/…

Este projeto é/foi realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do DF .


1/11 - MONITORIA INTERNACIONALIZAÇÃO DE TRABALHOS DOS ARTISTAS CÊNICOS DO DISTRITO FEDERAL COM LUCIANA LARA  – Diretora e Coreógrafa da Anti Status Quo Companhia de Dança

ESPAÇO CULTURAL RENATO RUSSO em BRASÍLIA-DF
















Você quer saber como internacionalizar seu trabalho de dança ou de teatro? Converse e troque informações com quem tem tido essa experiência em Brasília!

A diretora e coreógrafa da Anti Status Quo Companhia de dança Luciana Lara, oferece 4 mentorias de 1 hora de duração cada sobre internacionalização dos trabalhos dos artistas do Distrito Federal . Serão quatro vagas para artistas do DF que buscam capacitação na área. Essas pessoas serão escolhidas por meio de carta de intençao e um resumo currícular.


SERVIÇO:

INSCRIÇOES GRATUITAS :

Mande uma carta de intenção (um parágrafo) e um curriculo resumido. Indique em ordem de preferencia 3 opcões de horários que você gostaria de realizar a mentoria no dia 2/11 (sábado) para da para o email: mentoriacomlucianalara@gmail.com

OPCÕES DE HORÁRIOS PARA MENTORIA COM LUCIANA LARA:

Data: Dia 2/11 (sábado)

Horários: 9 ás 10h , 10h as 11h, 11 ás 12h e 12h ás 13hs.

Local: Espaço Cultural Renato Russo (508sul)

Este projeto é/foi realizado com recursos do Fundo de apoio à Cultura.
#conexãoculturadf


OUTUBRO

31/10 - OFICINA INTERVENÇÃO URBANA SACOLAS NA CABEÇA 

ESPAÇO CULTURAL RENATO RUSSO em BRASÍLIA-DF









Bailarinos, atores, performers, estudantes de artes e interessados em intervenção urbana, a Anti Status Quo Companhia de Dança está com uma Convocatória aberta para realização da intervenção urbana SACOLAS NA CABEÇA!

Para participar da intervenção haverá uma oficina preparatória sobre o trabalho de intervenções que a Companhia desenvolve e no, mesmo dia, no final da oficina os participantes integram o elenco junto com os artistas da Companhia e realizam a intervenção SACOLAS NA CABEÇA nas ruas da cidade de Brasília!

Venha participar dessa experiência única! Inscrições gratuitas!

Este projeto é/foi realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do DF.


SERVIÇO:

CONVOCATÓRIA INTERVENÇÃO URBANA SACOLAS NA CABEÇA DA ANTI STATUS QUO COMPANHIA DE DANÇA

Durante o workshop, o participante entrará em contato com as noções teóricas e desdobramentos da pesquisa prática em dança com intervenções urbanas

Inscrições gratuitas pelo e-mail: sacolasnacabeca508sul@gmail.com

Ministrante do workshop: Luciana Lara (diretora e coreógrafa da Anti Status Quo Companhia de Dança)

Dia: 31/10/2019 (quinta-feira)

Horário: De 14 ás 18h (workshop de 14 às 17hs e intervenção de 17 ás 18h)

Workshop de 3 horas que culmina na Intervenção: Sacolas na Cabeça que tem duração de 1 hora. Os participantes da oficina participarão junto com os artistas da A.S.Q, Companhia de dança da intervenção urbana Sacolas na Cabeça.





SETEMBRO 


Bienal SESC de Dança de Campinas -SP
De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica 
Dias 18 e 19 de setembro ás 17 hs
















A Bienal Sesc de Dança apresenta ao público um panorama diversificado da produção artística em dança contemporânea, atento à produção e às questões estéticas e políticas que movimentam a linguagem na atualidade, contemplando espetáculos nacionais e internacionais, em diversos espaços da cidade e meio digital, além de intervenções, performances, exposições, instalações e ações formativas para todos os públicos.

Acesse: https://bienaldedanca.sescsp.org.br/programacao/de-carne-e-concreto-uma-instalacao-coreografica/



BITEF - Belgrade International Theatre Festival - Belgrado, Servia 

De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica 
Dias 23 e 24/09 



OF FLESH AND CONCRETE
Anti Status Quo Companhia De Dança, Brasilia, Brazil

Choreographed by: Luciana Lara

SHOWING
23.Sep | 20:00
24.Sep | 20:00

Place: Luka Beograd (37 Zorza Klemansoa St) Belgrade, Serbia




As the Latin proverb goes, nomen est omen: several male and female bodies, for most of the performance naked, struggle with an alternative space enclosed by concrete walls, flesh crawls up to the walls, trying to go up and above them… The concept of this immersive dance installation, which might be the most appropriate definition of this type of performance, created by the Brazil choreographer Luciana Lara, is very abstract. And yet, that does not tear the performance On Flesh and Concrete and the audience, as its essential component, apart – it creates a strong effect in terms of senses and energy. Some parts of this stage puzzle bear lethal metaphoric meaning, which sublimates the disintegration of contemporary world: it is best seen in the scene in which the performers stuff their clothes with garbage, turning into large, grotesque figures – it illustrates what our civilization has come down to.

Acesse:https://festival.bitef.rs/en/program/of-flesh-and-concrete









Acesse: https://festival.bitef.rs






AGOSTO

7 a 17 de agosto CAMP_IN Encuentro Scénico  - San Luis Potosi -México  


*Residência de criação chamada Corpo e Cidade de 7 a 11 de agosto, com o compartilhamento público da residencia no dias 14/08 ás 17h. 
* De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica nos dias 16 ás 17hs e 17 de agosto ás 9:30.

*Participação no MERCA _iN (una plataforma de CAMP_iN para compartir, promover y vincular proyectos e iniciativas de artes escénicas con la amplia gama de servicios que complementan y fortalecen el desarrollo profesional del ámbito escénico).































A participação da Anti Status Quo Companhia de Dança no CAMP_IN 2019 é patrocinada pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.

Acesse: https://www.camp-in.org

JULHO

11 de Julho, quinta-feira,  ás 20:30 no Teatro SESC Garagem, Brasília -DF - Palco Giratório 2019 - De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica































JUNHO   

Projeto Zona de Contágio
Corpo e Cidade: Mergulhos de Criação em Dança Contemporânea
Residência Artística com Luciana Lara (Anti Status Quo Cia de Dança)

Módulo 1: de 17 a 21 e 24 a 28. De 8 ás 12 h

Módulo 2:  5,6 e 7 de julho. Sexta de 18:30 às 22:30 e sábado de 14 ás 18h  e domingo de 15 às 19 h 



















Mergulhos no universo da arte contemporânea pela pesquisa em dança contemporânea Corpo e Cidade desenvolvida pela Anti Status Quo Companhia de Dança e a criadora Luciana Lara. Abordagem teórico-prática do encontro entre as linguagens da dança com as artes visuais, a intervenção urbana, o cinema, a fotografia e outras disciplinas não artísticas como filosofia, etnografia e experimentos sociais. O curso é dividido em dois módulos. Cada módulo será focado na vivência da recriação de um dos espetáculos do grupo: Microutopias Cotidiana Aglutinantes do Lugar e De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica.


Esta residência é uma ação do Projeto Zona de Contágio e é gratuita pois é realizada com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal e apoio do Centro de Dança do DF.

Sobre a pesquisa Corpo e Cidade:
A pesquisa Corpo e Cidade desenvolvida pela criadora e diretora Luciana Lara com a Anti Status Quo Companhia de Dança, de Brasília, desde 2003 tem como alguns referenciais a estética relacional, etnografia, fenomenologia da percepção, as práticas da cidade (a deriva/situacionistas e flanéur/Walter Benjamim e Charles Baudelaire), arte e política, arte como experiência, a dramaturgia do acontecimento, presença como ação, etc. Vários trabalhos da Companhia compõem a pesquisa Corpo e Cidade, como os dois espetáculos: Cidade em Plano (2006) e De Carne e Concreto – Uma Instalação coreográfica (2014), uma exposição-instalação e o site interativo: http://www.decarneeconcreto.art.br (2014), o livro: Arqueologia de um processo criativo – Um Livro coreográfico ( 2010), o videodança piloto “ De Carne e Pedra – Cidade em Plano”, a série de intervenções urbanas chamada “Jamais seremos os mesmos”, os trabalhos de site especific “Camaleões”’ e “Sacolas na cabeça” e o mais novo trabalho site especific da Companhia que estreou recentemente em Brasília: “Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar”.


MÓDULO 1- 40 h :
 Este módulo será focado na vivência da recriação do último trabalho da Anti Status Quo Companhia de Dança, criado a partir da pesquisa chamada Corpo e Cidade, Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar. Por meio de reflexões e experimentações práticas na cidade a partir da transdisciplinaridade entre as linguagens de Dança Contemporânea, Artes visuais, Fotografia, Cinema e Intervenção Urbana refaremos o processo criativo e reconstruiremos o trabalho de site especific em lugar inédito com os participantes da residência.



Datas: 17 a 21 e 24 a 28 de Junho (10 dias com duração de 4 h cada dia)

Horário: de 8h a 12h

Local: Centro de Dança do DF. Brasília-DF

Carga horária: 40 horas



Conteúdo: A proposta do Módulo 1 desta residência é trabalhar a percepção para instaurar modos de ver o corpo e a cidade nas suas relações. A ideia é exercitar a observação, a percepção, a presença, o envolvimento sensório, o jogo e a geração de ações na relação com o espaço arquitetônico e urbano e, também, com o outro. Investigaremos a materialidade das coisas, o dar a ver, o acontecimento, os contextos, os referenciais de construção da realidade, da percepção e do comportamento. Estudaremos na relação com a cidade a elaboração de procedimentos, dispositivos, estratégias e táticas de ação que desacostumam o olhar e que revelam o espaço, a poética do banal e do cotidiano, o simples na construção do extraordinário que fazem a cidade performar.



Público indicado: Este módulo I da residência é indicado a interessados em arte no espaço urbano e na relação da arte e do corpo com a cidade (maiores de 18 anos). Podem ser artistas do corpo, bailarinos, atores, performers/artistas visuais, arquitetos e urbanistas, fotógrafos e cineastas ou qualquer interessado em experimentar e pensar o corpo e o espaço urbano. A estrutura do curso/residência foi construída para ser uma experiência enriquecedora tanto para quem já tem experiência em dança e, também, para quem não tem nenhuma experiência. O importante é ter disponibilidade e se jogar na experiência.



MÓDULO 2 - 12h:

 Este módulo será focado na vivência da recriação do trabalho “De Carne e Concreto - Uma instalação coreográfica” da Anti Status Quo Companhia de Dança que tem conquistado repercussão nacional e internacional em importantes festivais de artes cênicas do Brasil e do exterior. A proposta é entrar em contato com a pesquisa de dança contemporânea da Companhia chamada Corpo e Cidade por meio das estratégias e metodologias desenvolvidas durante o processo de criação da dramaturgia e da pesquisa de movimento que compõem este espetáculo que aborda a condição urbana humana e o comportamento da sociedade no sistema econômico atual sob a perspectiva do corpo.



Datas: 5, 6 e 7 de Julho (3 dias com duração de 4 h cada dia)

Horário: Sexta-feira de 18h30 a 22h30; Sábado e Domingo de 15h a 19h

Local: Centro de Dança do DF, Brasília-DF

Carga horária: 12 horas

Conteúdo: Exercícios de percepção, presença e improvisação em grupo que promovem a escuta, a leitura do movimento, o envolvimento sensório, a geração de ações e o jogo com o foco no trabalho corporal na relação com o outro. Conceitos e práticas sobre presença como ação, dramaturgia do acontecimento e arte como experiência, assim como noções sobre instalação, intervenção urbana e experimentos sociais serão apresentadas. Todos os exercícios foram criados durante o processo criativo do espetáculo “De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica” baseados na reflexão e na análise crítica sobre a relação do corpo com a cidade, no comportamento social e o modus operandi do capitalismo.

Público indicado: Este módulo II da residência é indicado a artistas dançarinos, atores, coreógrafos, diretores, artistas circenses, performers e artistas visuais com experiência profissional ou em formação. A companhia selecionará durante os dois módulos dessa residência, artistas que se identificam com o trabalho e queiram integrar o grupo para futuros trabalhos.



Ministrante da residência Luciana Lara:

Luciana Lara é coreógrafa e diretora artística da Anti Status Quo Companhia de Dança (desde 1988). Já criou 11 espetáculos para Companhia além de trabalhos como instalações, ações site especifics, intervenções urbanas, exposições e publicações. Mestre em artes no Programa de Pós-graduação em Artes da Universidade de Brasília - Unb. Especialização no Laban Centre for Movement and Dance em Londres – Inglaterra. É graduada em Licenciatura em Artes Cênicas pela Fundação Brasileira de Teatro - Faculdade de Artes Dulcina de Morais em Brasília-DF. Trabalho conhecido por hibridismo, experimentação, abordagem transdisciplinar entre linguagens artísticas e campos não artísticos, e forte diálogo com as artes visuais. Principais estudos no campo da criação, da relação do corpo com a cidade, dos processos criativos, da dramaturgia na dança e do ensino do movimento.


Mais detalhes: https://www.facebook.com/events/2155934024707027/



Certificação:

Haverá certificação ao final do trabalho. A expectativa de frequência é de 100% devido à natureza do trabalho e, também, para um bom aproveitamento da imersão neste trabalho.



Inscrição:

Importante: É possível se inscrever nos dois módulos, ou somente no módulo 1 ou somente no módulo 2.

Faça sua inscrição mandando um e-mail para residenciazonadecontagio.asq@gmail.com contendo os seguintes dados:

• Identifique se a inscrição é para o Módulo 1, Módulo 2 ou para ambos.

• Nome artístico (se for o caso), Nome completo e idade;

• Telefone e Whatsapp

• Currículo Resumido

• Parágrafo de intenção

Maiores informações e as comunicações com os inscritos serão realizadas por este e-mail.





MAIO

Festival DDD+FITEI - FOCO BRASIL em Porto - Portugal
Dias 22 e 23 de maio ás 21:30 no Palácio do Bolhão 




Acesse: 
O Porto de hoje é reconhecido como uma cidade na qual a cultura se tornou um traço distintivo, fruto
do reconhecimento do seu compromisso para com as artes e as suas dinâmicas, o que em muito têm vindo a contribuir para que a cidade seja atualmente uma das mais efervescentes da Europa. São muitos os artistas contemporâneos consagrados e emergentes que vão deixando as suas marcas na cidade, nos lugares mais institucionais mas também nos mais underground ou alternativos,
manifestando no momento da sua partida um grande desejo de regressar ao Porto.

As artes performativas em particular assumem aqui um papel muito especial: nunca antes a Dança e o
Teatro tiveram tanta visibilidade como nos dias de hoje.O DDD – Festival Dias da Dança e o FITEI - Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica, pontos altos da temporada cultural e que em
muito contribuíram para este panorama, consolidam as cumplicidades artísticas existentes entre ambos e ousam ir ainda mais longe, alargando as parcerias orgânicas existentes entre Festivais e Teatros do Porto, Matosinhos, Gaia e Viana do Castelo.

Na edição de 2019, e pela primeira vez, estes dois Festivais unem-se numa parceria programática
e de comunicação, afinando agendas para que durante cinco semanas, entre 24 de abril e 25 de maio, a região Norte se transforme no ponto de encontro das artes performativas, integrando os mais relevantes circuitos artísticos internacionais da atualidade.


Desta parceria entre o DDD e o FITEI resultam acima de tudo enormes sinergias, de entre as quais se
destaca uma semana em particular: a Semana +, dedicada à apresentação de artistas nacionais,
tendo em vista a sua promoção e internacionalização além-fronteiras. Um programa que será acompanhado por um vasto número de programadores e diretores artísticos de todo o mundo.


A atravessar os dois Festivais, uma outra linha programática comum: o foco no Brasil e no trabalho
de artistas brasileiros. Através dos trabalhos de consagrados, mas também dos mais jovens e vibrantes coreógrafos e encenadores desse país, embarcamos numa viagem ao longo do DDD e do FITEI, que dará a conhecer a produção artística contemporânea brasileira, num retrato do Brasil dos nossos dias.


Texto 
do programa de TIAGO GUEDES / DDD - FESTIVAL DIAS DA DANÇA ARTISTIC DIRECTOR e GONÇALO AMORIM / FITEI – FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE EXPRESSÃO 

ABRIL

23/04 
De16 às 18 h no IFB Campus Brasília.

Participação da diretora Luciana Lara na MESA II do MID: O PAPEL DA PESQUISA CONTINUADA NA FORMAÇÃO DE CRIADORES EM DANÇA 

























Tendo como referência diferentes processos e procedimentos de construção de vocabulário criativo e produção de cena, problematizar a importância e função da pesquisa continuada em dança como potencial formador de criadores e intérpretes. Quais as dificuldades, vantagens, pontos positivos e negativos?

Convidados

Luciana Lara

Fundadora, coreógrafa e diretora artística da Anti Status Quo Companhia de Dança (1988). É mestre em artes no Programa de Pós-graduação em Artes da Universidade de Brasília - Unb (Linha de pesquisa: Processos Composicionais para a Cena). Fez especialização no Laban Centre for Movement and Dance em Londres – Inglaterra (1996-1998), onde estudou Coreologia, Coreografia, Design Visual para dança (figurino, cenário e Iluminação) com bolsa do programa APARTES da CAPES. É graduada em Licenciatura em Artes Cênicas pela Fundação Brasileira de Teatro - Faculdade de Artes Dulcina de Morais em Brasília-DF. Seu trabalho é conhecido pelo hibridismo, a experimentação, a pesquisa de linguagem, a abordagem interdisciplinar com campos não artísticos e diálogo com as artes visuais.


Marcos Buiati

Mestre em Performances Culturais pela Universidade Federal de Goiás e Bacharel em Dança pela UNICAMP. Trabalha com pesquisa e criação em dança a 13 anos. Foi contemplado em 2015 pelo Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Cultura do Distrito Federal e com o Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança 2014. Criou em 2017 o Núcleo Desaparecer de Pesquisa em Composição Coreográfica e Dramaturgia em Dança - sediado no IFB Campus Brasília. Atua nas áreas de Educação Somática, Consciência Corporal, Dança Contemporânea, Composição Coreográfica e Arte-Educação.



Sabrina Cunha​

Docente do Curso de Licenciatura em Dança do IFB. Doutora em Arte Contemporânea pela Universidade de Brasíla com a tese Jinen Butô: Corpoimagem na improvisação; Mestre em Artes Cênicas pela ECA-USP. Coordena o grupo de pesquisa Corpoimagem na Improvisação do IFB. Formada pelo método Danceability e em formação no método Iyengar Yoga.





FEVEREIRO E MARÇO

SESSÃO EXTRA - 29/03/2019
Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar 




Estreia do novo trabalho da Companhia:

Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar 

18 a 23/02 e 18 a 23/03
9h30 da manhã 
Ponto de encontro: Centro de Dança do DF , Brasília-DF































A Anti Status Quo Companhia de Dança estreia sua mais nova criação, Microutopias Cotidianas Aglutinantes do lugar, no ano que comemora seus 30 anos de trabalho em dança contemporânea. Esta, que é a 11ª obra da Companhia, será apresentada em duas temporadas, de 18 a 23 de fevereiro e de 18 a 23 de março. As apresentações têm início às 9h30, da manhã, e o ponto de encontro é o Centro de Dança do DF.

Em Microutopias Cotidianas Aglutinantes do lugar, obra itinerante contemplativa, a Companhia mergulha na experiência do corpo no cotidiano e no espaço urbano misturando as linguagens da dança, da fotografia e da intervenção urbana. Com plateia restrita a 24 pessoas (por sessão), cada espectador é recebido com um mapa de orientações que o leva a um passeio urbano provocativo de vivência sensível. Segundo Luciana Lara, diretora e coreógrafa da Companhia, “nesta proposta, o público trilha um percurso mapeado nas ruas em que acontecimentos e instalações mudam a perspectiva do olhar sobre a cidade”.

O espetáculo é gratuito e para participar é necessário fazer o agendamento prévio pelo e-mail microutopiasasq@gmail.com



Sinopse:

Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar é uma obra itinerante contemplativa da Anti Status Quo Companhia de Dança que mistura a experiência do corpo no espaço urbano e no cotidiano com fotografía, intervenção urbana e cinema criando microterritórios de relações possíveis que conectam diferentes níveis de percepção do espaço, do tempo e da realidade. O público trilha um percurso mapeado em que acontecimentos, instalações e mudanças na perspectiva do olhar fazem a cidade performar.

Uma dança das relações com os lugares, dos contextos, da materialidade, do detalhe das coisas. Uma prática de cidade que instaura ligações modestas, capazes de abrir passagens obstruídas pelos hábitos e pela uniformização da percepção, numa especie de utopia de proximidade entre pessoas, lugares e o dia a dia. Uma tentativa de permitir o surgimento de pequenos afetos, pequenos encantamentos com o banal, o simples e o universo cotidiano, restaurando relações diretamente vividas.


Serviço:

Espetáculo: MICROUTOPIAS COTIDIANAS AGLUTINANTES DO LUGAR
Grupo: Anti Status Quo Companhia de Dança
Ponto de encontro: Centro de Dança do DF
Dias: 18 a 23 de fevereiro e 18 a 23 de março de 2019 (de segunda à sábado)
Horário: sempre às 9h30
Número de espectadores por sessão: 24 pessoas
Entrada franca, mediante agendamento, no e-mail microutopiasasq@gmail.com
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18 anos

Ficha técnica:

Grupo: Anti Status Quo Companhia de Dança
Direção artística e conceito: Luciana Lara
Pesquisa e concepção: Luciana Lara em colaboração com bailarinos
Bailarinos: Camilla Nyarady, Déborah Alessandra, João Lima, Luciana Matias, Marcia Regina e Roberto Dagô.
Residências artísticas: Gustavo Ciríaco e Michelle Moura.
Figurino: Luciana Lara e bailarinos
Produção: Anti Status Quo produções artísticas
Arte gráfica dos mapas e intervenções fotográficas: Marconi Valadares e Luciana Lara
Identidade visual e material gráfico de divulgação: Coarquitetos








Festival do Teatro Brasileiro - Cena Brasiliense ao Recife

Em Recife-PE

06/02 -  20h  - Galeria Janete Costa :De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica
08/02 - 15h - Rua da Imperatriz:  Camaleões 

































2018

DEZEMBRO

- Núcleo de Formação ASQ em Compartilhamento público 2: Solos em Processo

Dia 13/12 ás 12:15 no Centro de dança do DF - Brasília -DF





OUTUBRO


-XI FIAC-BAHIA 

Camaleões no dia 25 de outubro ás 16:30
Sacolas na Cabeça no dia 26 ás 16h e no dia 27 ás 11:30

Venha fazer parte da intervenção urbana Sacolas na cabeça durante o FIAC, a convocatória está aberta. É só vc se inscrever para a oficina de preparação e vc participa da intervenção junto com o elenco da Companhia. 















Acesse a programação da 11ª edição do Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia que acontece em Salvador do dia 23 a 28 de outubro: http://www.fiacbahia.com.br



-Bienal de Dança do Ceará- De par em par

De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica dia 23 de outubro ás 18 h no Teatro B. de Paiva - Porto Dragão em Fortaleza -CE  

Acesse: http://www.bienaldedanca.com/atividades-bienal-2018/de-carne-e-concreto-uma-instalacao-coreografica




AGOSTO

Compartilhamento público da Oficina de Criação em dança com Luciana Lara

Dias 17 e 18 de agosto de 12 ás 14h no Centro de dança do DF 


Compartilhamento público dos processos de criação de 6 solos iniciados durante a Oficina de Criação em dança com Luciana Lara (coreógrafa e diretora da Anti Status Quo Companhia de Dança).


Programação dos solos por dia:

17/08 - sexta-feira: Rebeca Damian, Danilo Fleury e Ramon Lima

18/08 - sábado: Ana Isabel, Leonardo e Maria Ramalho

Entrada franca/ Público limitado em 25 pessoas
















FESTIVAL MLADI LEVI em LJUBLIANA, SLOVENIA

30/08 - Camaleões ( intervenção urbana) /Chameleons (urban intervention)/ KAMELEONI

31/08 e 1/09 - De Carne e Concreto - Uma instalação coreográfica /OF Flesh and Concrete - A Choreographic Installation/ IZ MESA IN BETONA

Acesse: www.bunker.si






JUNHO

Workshop Corpo e Cidade com Luciana Lara 

30 de Junho - sábado  de 11 às 14 h em Taguatinga Norte -DF
































Este workshop é sobre o processo criativo de “De Carne e Concreto - Uma instalação coreográfica”, fruto da pesquisa “Corpo e Cidade” desenvolvida pela Anti Status Quo Companhia de Dança desde 2003 e que tem conquistado repercussão nacional e internacional em importantes festivais de artes cênicas do Brasil e do exterior nos últimos dois anos. Além disso, compartilharemos sobre a participação do grupo em março, deste ano, no Zürich Moves 2018, festival para a prática de arte contemporânea em artes performativas, em Zurique, na Suíça.


Indicação de público: bailarinos, atores, coreógrafos, performers, pesquisadores, professores e estudantes de dança e artes cênicas do DF.


Conteúdo: Estratégias e metodologias desenvolvidas durante o processo de criação da dramaturgia e da pesquisa de movimento que compõem o espetáculo De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica. Serão realizados exercícios de percepção, presença e improvisação que promovem a escuta, a leitura do movimento e o jogo com o foco no trabalho corporal na relação com o outro. Todos os exercícios foram baseados em análise crítica sobre a condição urbana humana nos dias atuais e na reflexão sobre a relação do corpo com a cidade. Também como conteúdo do workshop será apresentando um relato sobre a participação da Companhia, o recorte curatorial e os trabalhos artísticos apresentados durante a programação do festival Zurich Moves!2018.



Dia: 30 de Junho de 2018

Horário: De 11 ás 14hs

Duração: 3 horas

Local: Academia de Dança Noara Beltrami - Taguatinga Norte -DF

Endereço: CNB 11 lote 03/04  loja 01 Taguatinga Norte DF

Telefones: 61 996454443 ou 3351.0373

Vagas: 25 alunos

Inscrições gratuitas pelo e-mail: workshopcorpoecidade@gmail.com ou no local 15 minutos antes do horario de início do workshop 

Apoio: Conexão FAC 


  

MAIO


Período: De 10/05 a 7/08/2018 - Terças quintas e sextas de 12:15 às 13:45

OFICINA DE CRIAÇÂO EM DANÇA com Luciana Lara (Criadora, diretora e coreógrafa da Anti status Quo Companhia de Dança):

Local: Centro de Dança do DF (sala 2)
Informações: (061) 996454443





Saiba mais:

A proposta da oficina é a de proporcionar um espaço e tempo de qualidade para o exercício da criação por meio de estudos práticos, teóricos e críticos no campo da pesquisa de linguagem, dos processos criativos e da pesquisa artística em dança.


Conteúdo: Atividades de prática e reflexão que abordarão crítica e poeticamente o processo criativo nas artes com o foco em dança, envolvendo diversas abordagens sobre a pesquisa de linguagem e estratégias de criação. Abordaremos a metodologia da não metodologia, a percepção, noções de corpo, geração e investigação do movimento, dramaturgia na dança, composição, a relação entre forma e conteúdo e também entre processo criativo e obra, a construção e desconstrução de referenciais, as questões do significado em dança, afetos e empatia, ética/estética, os nexos entre figurino, cenário, trilha sonora, e a relação com o público.

Indicada a novos criadores, intérpretes-criadores, bailarinos/performers, coreógrafos, criadores e/ou diretores artísticos interessados em criação, intercâmbio de ideias e de visões de mundo ,

A oficina acontece dentro da reconhecida proposta do Núcleo de Formação A.S.Q., braço da Anti Status Quo Companhia de dança que desde 2004 vem se dedicando a inspiração, capacitação, aperfeiçoamento e profissionalização de intérpretes, artistas, apreciadores e diferentes agentes da dança contemporânea na cidade de Brasília-DF


ABRIL

21/04 de 14 ás 17h e 22/04 de 15 ás 18 - no MID - Movimento Internacional da dança: Oficina de intervenção urbana com Luciana Lara que culmina na intervenção Sacolas na Cabeça 

22/04 ( domingo) ás 17horas - CCBB em Brasília-DF
Inttervenção: Sacolas na cabeça 







Faremos uma oficina e os participantes farão parte da intervenção junto com os bailarinos da Companhia! Inscrições gratuitas!






Nos dias 21 e 22 de Abril, o MID traz ao CCBB a oficina sobre intervenção urbana com Luciana Lara. Partindo da prática de exercícios que resultaram na criação de “Sacolas na cabeça’’, o participante entra em contato com conceitos como: figura, fundo e composição coletiva. Com o intuito de proporcionar uma experiência modificadora da percepção e dos afetos e promover a reflexão sobre a prática do trabalho com intervenções urbanas, a oficina culmina na participação de todos os inscritos na realização do “Sacolas na Cabeça” junto com os dançarinos da Anti Status Quo Companhia de Dança no dia 22/04.

Serviço:
Oficina de intervenção urbana Sacolas na cabeça com luciana Lara
Dias 21/04 de 14 ás 17hs e 22/04 de 15 ás 18hs
no último dia de oficina, participantes da oficina integram a intervenção Sacolas na cabeça junto com os bailarinos da  Companhia.

☛ Inscrições gratuitas pelo e-mail edsonbeserra.mid2018@gmail.com
Até o dia 21, no local, até às 14h
*Maiores de 18 anos.







MARÇO

23 de Março - De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica no festival Zurich Moves! em Zurique - Suiça.

23 de março -18:30 - Zurich Moves! -Walcheturm (Kanonegasse 20,8004 Zurich)


Of Flesh and Concrete - a Choreographic Installation in Zurich Moves! in Zurich, Swiztzerland

March,23 -18:30 - Walcheturm (Kanonegasse 20,8004 Zurich)






9 e 10 de março - De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica na MITsp - Mostra Internacional de Teatro em São Paulo - SP 


Grupo: Anti Status Quo Companhia de Dança
Espetáculo: De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica
Quando: Dia 09 e 10/03 às 20h
Onde: Tendal da Lapa
Duração: 140 minutos
Classificação indicativa: Acima de 18











7 de março - Sacolas na Cabeça em São Paulo -SP




1, 2 e 3 de março - Luciana Lara na Biblioteca de dança





FEVEREIRO


28 de fevereiro - Reabertura do Centro de dança do DF




-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------






2017

9 de Novembro 17h Centro de Artes da Maré
De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica no Festival Panorama - Rio de Janeiro-RJ





Veja o teaser: https://www.facebook.com/festpanorama/videos/1525553890868924/


Acesse:
http://panoramafestival.com/blog/2017/10/confira-lista-dos-selecionados-para-nova-mostra-nacional-panorama-br/

https://www.facebook.com/festpanorama/videos/1526127544144892/








Agosto

De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica no Festival do Teatro Brasileiro

Dia 17 e 18 de agosto, quinta e sexta-feira as 19:30 na FUNARTE de Belo Horizonte-MG




De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica

De Carne e Concreto – Uma Instalação coreográfica tem como proposta uma reflexão sobre a condição urbana humana atual sob a perspectiva do corpo. Na fronteira entre a performance, as artes visuais e a dança contemporânea, o trabalho da Anti Status Quo Companhia de Dança de Brasília-DF coloca o público diante da questão de vivermos em coletividade e em grande centros urbanos e sob o sistema econômico vigente.

Fruto de estudo da relação do corpo com a cidade, o trabalho parte da materialidade das coisas, do simples e do precário para revermos como nos relacionamos uns com os outros, como lidamos com o individual e o coletivo, com o espaço e o tempo e com o corpo e a mente. O formato de instalação instaura diferentes maneiras de perceber a obra, propondo uma vivência de arte como experiência. O espaço e o público são partes constituintes da obra, colocando o corpo, o comportamento humano e nossos sistemas de valores no centro das questões dramatúrgicas.

Ficha Técnica

Direção artística: Luciana Lara
Concepção e pesquisa: Luciana Lara, em colaboração com bailarinos e artistas colaboradores convidados
Elenco: Camilla Nyarady, Clara Sales, Déborah Alessandra, João Lima, Luciana Matias, Marcia Regina e Raoni Carricondo
Bailarinos colaboradores: Camilla Nyarady, Carolina Carret, Cristhian Cantarino, João Lima, Luara Learth, Raoni Carricondo, Robson Castro e Vinícius Santana
Artistas colaboradores convidados: Marcelo Evelin, Gustavo Ciríaco e Denise Stutz
Figurino: Luciana Lara e elenco
Assessoria de iluminação: James Fensterseifer
Cenotecnia, montagem e produção: Marconi Valadares
Fotos: Mila Petrillo, Luciana Lara e Marconi Valadares (divulgação)

Duração: 140 minutos
Classificação etária: 18 anos
Ingressos gratuitos - distribuídos 1 hora antes de cada apresentação
Sujeito a lotação do espaço


Read more:
http://www.funarte.gov.br/artes-visuais/funarte-mg-apresenta-festival-de-teatro-brasileiro-e-mostra-de-artes-visuais/#ixzz4ppWPC0nW


Dias 7,8,9,10,11,12,14, 15,19 e 20

Residência artística com Luciana Lara no Festival Brasileiro doTeatro em Belo Horizonte



Faça sua inscrição agora mesmo: https://goo.gl/Px7eAf

Vagas limitadas. Inscrições gratuitas.

Esta residência é um espaço de experimentação, criação, convivência, intercâmbio e colaboração em dança contemporânea. O que podemos fazer juntos que não podemos fazer separados? Esta pergunta será o ponto de partida para a criação de um trabalho inédito que será apresentado durante o Festival de Teatro Brasileiro em Belo Horizonte com os participantes da residência integrando o elenco.

Uma forte referência para o desenvolvimento do trabalho será a filosofia africana "Ubuntú", que pode ser compreendida, em uma tentativa de tradução para o português, como "humanidade para com os outros", uma compreensão ética social da importância do relacionamento com o outro, de como estamos conectados e somos afetados uns pelos outros.

A proposta da residência é um convite para o engajamento em um intenso processo criativo durante 10 dias, quatro horas por dia, onde a investigação do movimento será baseada em ações físicas advindas da relação e da reação ao outro e do comportamento social. Alteridade e presença serão, também, pontos importantes na investigação para o desenvolvimento de solos.

Público alvo: Estudantes e profissionais de teatro, dança, performance, circo, artes visuais e interessados em geral que tem o corpo e o movimento como sua principal via de expressão ou interesse.

Idade mínima: 18 anos
Vagas: 40
Duração: 40 horas
Datas e locais
Esta atividade irá acontecer em dois locais:
07 e 08, 14 e 15/08 - 14h às 18h | CRJ Centro de Referência da Juventude - Rua Guaicurus, 50 - Centro
09 a 12, 19 e 20/08- 14h às 18h | FUNARTE MG - Rua Januária, 68 - Centro
Dia 20/08 - 19h30 - Apresentação do resultado da residência | FUNARTE MG - Rua Januária, 68 - Centro



Dias 17 e 18

De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica abre o Festival do Teatro Brasileiro em Belo Horizonte






A Anti Status Quo Companhia de Dança abre o Festival Brasileiro de Teatro em Belo Horizonte com "De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica" ( dia 17 e 18 de agosto às 19:30 no Galpão 3 da FUNARTE MG). E, Luciana Lara ,a coreógrafa e diretora e coreógrafa da Companhia realizará uma residência artística e um intercâmbio com a Companhia Sapos e Afogados!

Saiba mais sobre cada atividade da Companhia no Festival pelos links :


O Festival Brasileiro de Teatro tem a proposta de levar as mais importantes produções cênicas realizadas em um estado para outro estado do país. Neste ano, o Distrito Federal vai mostrar sua recente produção para o estado de Minas Gerais do dia 17 a 27 de agosto.

Vai ser um mês de agosto intenso em Belo Horizonte!




Julho

De 1 a 3 de julho - Etapa II da oficina Dramaturgia na dança com Luciana Lara em Rondonópolis -MT. Sábado e domingo de 9 ás 15 h e segunda de 18 as 22 h.


A oficina é aberta a novos participantes e tem como um misto de convidado e anfitrião, ao mesmo tempo, o grupo NEXOS!

Dramaturgia na Dança – A prática da experimentação e estruturação de sentidos no processo de criação em trabalhos de artísticos de dança terá ênfase na prática e no final desta segunda etapa faremos um compartilhamento público das criações realizadas durante a oficina.


Criador, performer, bailarino, ator e estudantes das artes performáticas se inscrevam, ainda dá tempo! A oficina tem inscrições gratuitas!

Serviço:
Oficina Dramaturgia na Dança – A prática da experimentação e estruturação de sentidos no processo de criação em trabalhos de artísticos de dança
Ministrante: Luciana Lara ( Anti Status Quo Companhia de Dança)

2ª etapa: De 1 a 3 de julho
Sábado e domingo de 9 ás 15 h e segunda de 18 as 22 h
Local:SESC Rondonópolis-MT
Informações e inscrições gratuitas: gfelizardo@sescmatogrosso.com.br




Dia 10/07 - Luciana Lara, uma das oficineiras do Dramaturgia na Dança participa do  debate sobre o Projeto SESC Dramaturgias que será transmitido por videoconferência para todo Brasil. 











Junho

16/06 - Residência aberta Anti Status Quo e Michelle Moura


Microutopias cotidianas aglutinantes do lugar é a nova pesquisa artística da Anti Status Quo Companhia de Dança para montagem de trabalho inédito, que inclui duas residências com artistas brasileiros da dança de renome nacional e internacional. Michelle Moura é a segunda artista convidada para participar do processo criativo e está realizando a residência com a Companhia desde o dia 11/06, domingo.

Michelle Moura é performer, bailarina, coreógrafa. Vive em Curitiba e trabalha de forma nômade. Como performer trabalhou com Vincent Dupont (FR), Dani Lima (BR), Alex Cassal (BR). Foi co-fundadora e integrante do Couve-Flor MiniComunidade Artística Mundial (2005-2012) junto com outros 7 artistas de Curitiba. Foi artista bolsista na Casa Hoffmann (2003) e integrou o programa Essais no CNDC de Angers/FR sob a direção artística de Emmanuelle Huynh. É mestre pelo AMCH – Amsterdam Master of Choreography.

Venha acompanhar um pouco do mais novo desdobramento da pesquisa artística Corpo e cidade Anti Status Quo Companhia de dança que tem nos últimos 13 anos pesquisado a relação do corpo com a cidade em trabalhos que se aproximam da intervenção urbana, instalação coreográfica e a performance, com trabalhos já bem conhecidos do público como por exemplo “Cidade em Plano” e “De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica”, “Sacolas na cabeça e “Camaleões”.

Este convite para entrar em contato com como se deu o encontro entre a A.S.Q. e Michelle Moura é como uma proposta de um passeio pelo universo das reflexões sobre o trabalho de pesquisa e estudo do movimento na dança contemporânea, corpo e espaço, conceito e prática, estados psicofísicos, presença, o trabalho do intérprete, criação, respiração, sensações, o olhar entre outras interseções entre os trabalhos do grupo e a artista de Curitiba-PR.




Michelle Moura e Anti Status Quo Companhia de Dança

Dia 11 a 15 de Junho - De 8 a 12h - Residência com os integrantes da Companhia  

Dia 11 de Junho -  De 15 a 18 h - Workshop aberto

Dia 16 de Junho - De 11 a 12h - Residência aberta


A Anti Status Quo Companhia de Dança por meio do seu mais novo projeto artístico: “Microutopias cotidianas aglutinantes do lugar” promove :


WORKSHOP ABERTO COM MICHELLE MOURA

“POSICIONAR/REPOSICIONAR-SE”



Saiba mais:

Microutopias cotidianas aglutinantes do lugar é a nova pesquisa artística da Anti Status Quo Companhia de Dança para montagem de trabalho inédito com previsão de estreia no segundo semestre de 2017. O projeto contemplado pelo Prêmio Klauss Vianna inclui duas residências com artistas brasileiros da dança de renome nacional. Gustavo Ciríaco (RJ/Lisboa) foi o primeiro artista convidado para participar do processo criativo e realizou a residência com a Companhia em novembro de 2016 e agora nossa convidada é Michelle Moura (PR/Mundo). Michelle realizará a residência para os integrantes da Companhia e convidados/bolsistas de 11 a 15 de Junho. 

Neste domingo dia 11/06/2017, A A.S.Q. convida a comunidade artística da cidade de Brasília, do entorno e da região centro-oeste para um workshop aberto gratuito de 3 horas de duração chamado “POSICIONAR/REPOSICIONAR-SE” ministrado por Michelle Moura. Serão disponibilizadas 30 vagas/bolsas a estudantes de dança, teatro, e performance, artistas atuantes nas artes visuais, bailarinos, professores de dança, criadores e qualquer pessoa interessada em movimento, com a ideia de expandir o alcance deste projeto com a formação/capacitação, intercâmbio e reciclagem dos pensamentos dos artistas da dança de nossa região!


Não perca esta oportunidade! Inscreva-se gratuitamente mandando seu nome completo, idade, pequeno histórico de sua experiência em artes para o email: workshopcommichellemoura@gmail.com



Serviço:

WORKSHOP ABERTO COM MICHELLE MOURA

“POSICIONAR/REPOSICIONAR-SE”

Dia: 11 de junho de 2017- Domingo

Horário: de 15h a 18h

Local: Sala de balé do Teatro Nacional (entrada pela Secretaria de Cultura Via N2)

Inscrições Gratuitas pelo email: workshopcommichellemoura@gmail.com

Informações: 61 9 96454443



Conteúdo do workshop:

A partir de que estado psico-físico você faz o que faz?
Nesta oficina de 3hs iremos explorar transições de estados físicos e emocionais, através de práticas de permanência, movimento e foco.
A intensificação de fluxos psico-físicos nos levarão ao reconhecimento do feedback entre sensação, imaginação e atitude.



Michelle Moura é performer, bailarina, coreógrafa. Vive em Curitiba e trabalha de forma nômade. Como performer trabalhou com Vincent Dupont (FR), Dani Lima (BR), Alex Cassal (BR). Foi co-fundadora e integrante do Couve-Flor MiniComunidade Artística Mundial (2005-2012) junto com outros 7 artistas de Curitiba. Foi artista bolsista na Casa Hoffmann (2003) e integrou o programa Essais no CNDC de Angers/FR sob a direção artística de Emmanuelle Huynh. É mestre pelo AMCH – Amsterdam Master of Choreography.





De 1 a 4 de Junho em Rondonópolis - MT




Oficina Dramaturgia na Dança – A prática da experimentação e estruturação de sentidos no processo de criação em trabalhos de artísticos de dança

Ministrante: Luciana Lara (Anti Status Quo Companhia de Dança)

1ª etapa: De 1 a 4 de Junho

Dias 1 e 2 (quinta e sexta)de 18 ás 22 h e 3 e 4 ( sábado e domingo) de 9 ás 13hs

2ª etapa: De 1 a 4 de julho

Local:SESC Rondonópolis -MT

Informações e inscrições gratuitas: gfelizardo@sescmatogrosso.com.br





Abril

27 de Abril
Abertura do Vivadança Festival Internacional em Salvador-BA


“De Carne e Concreto”, da Anti Status Quo Companhia de Dança (DF), abrirá a programação do Vivadança Festival Internacional em 2017. Dirigida por Luciana Lara, a instalação coreográfica se utiliza da dança contemporânea e sua transversalidade entre outras linguagens artísticas para questionar as relações dos indivíduos com a vida urbana. Veja mais em: http://bit.ly/decarneeconcreto





Programação Completa:
http://www.festivalvivadanca.com.br/programacoes/



22 de abril  

Workshop  Corpo e Cidade com Luciana Lara sobre o processo criativo do espetáculo "De Carne e Concreto - Um instalação Coreográfica" pelo Festival Expressões Urbanas no SESC Taguatinga Norte 


Estão abertas as inscrições para o Workshop gratuito de dança contemporânea Corpo e Cidade com Luciana Lara pelo Festival Expressões Urbanas no SESC Taguatinga Norte!

Você que assistiu o último espetáculo da Anti Status Quo Companhia de Dança "De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica" e quer conhecer de perto seu processo criativo, não pode deixar de fazer esse workshop!

Saiba mais :

Data: 22 de Abril de 2017 (sábado)
Horário: De 15 ás 18 hs
Local: Teatro Paulo Autran - SESC Taguatinga Norte
Duração: 3 horas

Inscrições:
Pelo e-mail: workshopcorpoecidade@gmail.com
Ou pelo telefone: 34519150

Mais informações: 61 996454443

Saiba mais sobre o workshop:

Conteúdo: Estratégias e metodologias desenvolvidas durante o processo de criação da dramaturgia e da pesquisa de movimento que compõem o espetáculo "De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica"que trata da relação do corpo com a cidade abordando questões sobre a condição humana urbana. Serão realizados exercícios de percepção, presença e improvisação que promovem a escuta e o jogo com o foco no trabalho corporal na relação com o outro. Todos os exercícios foram baseados em análise crítica sobre a condição urbana humana nos dias atuais e na reflexão sobre a relação do corpo com a cidade.

Indicação de público: bailarinos, atores, coreógrafos, performers, pesquisadores, professores e estudantes de dança, teatro, circo e artistas visuais.

Ministrante: Luciana Lara – Diretora e coreógrafa da Anti Status Quo Companhia de Dança sediada em Brasília (DF). Mestre em Artes, linha de pesquisa: Processos Composicionais para a Cena. Formada em Educação Artística com habilitação em Artes Cênicas pela Fundação Brasileira de Teatro - Faculdade de Artes Dulcina de Moraes. Especialização em Coreografia e Coreologia no Laban Centre em Londres – Inglaterra (2006-2008). Pesquisadora que tem como seus atuais focos de interesse a relação do corpo com a cidade, dramaturgia na dança, processos criativos, instalações, intervenções, arte visuais e experimentação. Atua também como professora de corpo, movimento e dança contemporânea (Universidade de Brasília - UnB, Faculdade de Artes Dulcina de Moraes e Sala de balé do Teatro Nacional). Autora do livro: “Arqueologia de um processo criativo – Um livro Coreográfico”.

Inscreva-se logo, vagas reduzidas!

Confira a programação completa do Festival:





Fevereiro

 Viernes 10 Febrero - Montevideo

CUERPO Y CIUDAD
Muestra Abierta / 16:00 horas
En el Instituto Nacional de Artes Escénicas (Zabala 1480 Montevideo)





De 6 a 10 de fevereiro de 2017 em  Montevidéu - Uruguai















Seminário "Corpo e Cidade" ministrado pela coreógrafa e diretora da Companhia de Dança Anti Status Quo Luciana Lara (BRA).


Segunda-FEIRA 6 à sexta-feira 10 de fevereiro de 10.00 a 17.00 horas. Sede do Instituto Nacional de Artes Cênicas (Zabala 1480 esquina cerrito, Montevideo).

Prazo para concorrer : Quarta-feira, 1 de fevereiro.

+Info: http://bit.ly/SeminarioConLucianaLara-BRA




2016 

Novembro



RESIDÊNCIA ABERTA COM GUSTAVO CIRÍACO
Compartilhamento público da residência de Gustavo Ciríaco na Anti Status Quo Companhia de Dança  pelo projeto Microutopias cotidianas aglutinantes do lugar (Prêmio Klauss Vianna 2015).

SÁBADO, 19 de novembro de 2016, de 11 as 12hs. 
PONTO DE  ENCONTRO : Entrada da Secretaria de cultura do DF. 
Venha com um calçado confortável, traga água e protetor solar !




Microutopias cotidianas aglutinantes do lugar é a nova pesquisa artística da Anti Status Quo Companhia de Dança para montagem de trabalho inédito, que inclui duas residências com artistas brasileiros da dança de renome nacional e internacional. Gustavo Ciríaco é o primeiro artista convidado para participar do processo criativo e está realizando a residência com a Companhia desde o dia 14/11.

Artista da dança e da arte contextual com formação em Ciências Políticas, Gustavo Ciríaco tem trabalhado de modo transversal entre as artes do espetáculo e as visuais, passeando com outros saberes, outros campos, outras vozes. Suas obras têm sido marcadas por um investimento em uma partilha sensível das situações e em reconfigurações da experiência do real.

Venha acompanhar um pouco da mais nova pesquisa artística da Anti Status Quo Companhia de dança que tem nos últimos 13 anos pesquisado a relação do corpo com a cidade em trabalhos que se aproximam da intervenção urbana, instalação coreográfica e a performance, com trabalhos já bem conhecidos do público como por exemplo “Cidade em Plano” e “De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica”, “Sacolas na cabeça e “Camaleões”.

O convite é para entrar em contato com o encontro do grupo com este artista por meio das interseções entre os seus trabalhos como o universo das reflexões sobre o espaço urbano, a paisagem, os acontecimentos, a materialidade das coisas e as relações entre corpo, cidade e realidade.




WORKSHOP ABERTO COM GUSTAVO CIRÍACO
"PERFORMANDO O ESPAÇO (IN) VISÍVEL"

Dia 20 de novembro de 2016 - Domingo
Horário: de 15h às 18hs
Ponto de encontro: Plataforma superior da rodoviária as 14:45
Inscrições Gratuitas: performandooespacoinvisivel@gmail.com
































Sobre o Workshop:

Teatro em grego antigo significa lugar de onde se vê, lugar para se ver. Um lugar onde interpretações, sensações, compreensões são constantemente construídos em relação direta com o que se põe diante dos olhos.

Um lugar com muitas camadas, o teatro assim como o espaço público urbano oferece um aqui compartilhado, cujos contornos são constantemente transformados através de ações e dos códigos de se estar junto no espaço em comum.

Neste workshop o foco será discutir as condições de criação de visibilidade e invisibilidade aplicadas aos espaços de cidade em diálogo com a performatividade de sua arquitetura e habitação. Os regimes de atenção e a relação entre arquitetura e experiência serão os pontos chaves para se compreender os contextos, perspectivas e ações que tornam um espaço performático, público ou simplesmente privado. Os participantes são convidados a se engajar em discussões, trabalho prático de criação e experiências em espaços urbanos.



Participantes: estudantes e artistas atuantes nas artes visuais e do espetáculo e interessados em geral.



Sobre o artista ministrante do workshop:

Gustavo Ciríaco (Rio de Janeiro, 1969) inicia sua carreira em Ciências Políticas e deriva para a dança e os projetos contextuais. Tem atuado no Brasil, na América Latina, na Europa e mais recentemente na Ásia e no Oriente Médio. Tem trabalhado de modo transversal entre as artes do espetáculo e as visuais, passeando com outros saberes, outros campos, outras vozes. Muitas vezes esse modo é através de pessoas, de outros jeitos de manipular o dia a dia, juntando potenciais, ferramentas e insights em como lidar com o tempo e o espaço. Movimento, texto, vídeo, fotos, estruturas de exibição e apresentação tem sido usados em obras-conversas onde o encontro é rei. Suas obras têm sido marcadas por um investimento em uma partilha sensível das situações e em reconfigurações da experiência do real. O seu trabalho tem sido acolhido em festivais, eventos, galerias, museus e instituições de arte e educação, dentre elas o Panorama da Dança, Dança Brasil / CCBB, OiFuturo, SESC-RJ (Rio); SESC-SP, CCSP, Itaú Cultural (São Paulo); Alkantara, ZDB e Culturgest (Lisboa); Hayward Gallery, Laban Centre, Chelsea Theatre (Londres), Museu Serralves (Porto), Tanz Im August (Berlim), Casa Encendida (Madri), SpringDance (Uttrecht), Galerie Michel Journiac/Sorbonne, Festival Paris Quartier d’Été (Paris), CENART (Cidade do México), Al Mamal Foundation (Jerusalém), Tokyo Wonder Site (Tóquio), Bienal de Dança de Fortaleza (Fortaleza), Digital Arts Center (Taipei), San Art Gallery (Saigon), Mercat de Flors (Barcelona), entre outros. Seus últimos trabalhos apresentados no Brasil: Gentileza de um gigante; Viagem redonda; Aqui enquanto caminhamos / Here whilst we walk; Onde o horizonte se move / Where the horizon moves; Quem anda no chão, quem anda nas árvores, quem tem asas.




Luciana Lara participa do Festival Zona de Contágio 

Mostra do Zona de Contágio 
De 20 de novembro a 9 de dezembro 


Segunda edição da Mostra Zona de Contágio começa dia 20 de novembro em cinco cidades do DF

Evento reúne criações experimentais em arte contemporânea

Apresentado pelo FAC – Fundo de Arte e Cultura do DF e com apoio da Universidade de Brasília, a Mostra Zona de Contágio faz parte do festival de arte contemporânea Zona de Contágio, que chega à segunda edição em 2016. O festival promove um espaço de encontro e criação para artistas do Distrito Federal, estimulando a troca, a discussão e o trabalho conjunto entre diversos criadores, por meio de encontros entre artistas de diferentes áreas. Os trabalhos foram selecionados em convocatória aberta em março deste ano.

A partir daí, os coletivos selecionados participaram de Encontros de Contágio, espaços de troca que estimularam o debate sobre suas criações “multilinguagem”, ao lado de pesquisadores convidados para esta edição do projeto: Bia Medeiros, Cecília Mori, Christus Nóbrega, Maria Eugênia Matricardi, Luciana Lara, Carlos F. Fernírahk e Edson Silva.

Depois desse período de criação e aprimoramento, chegou a hora de os núcleos selecionados apresentarem suas obras ao público brasiliense. Na mostra, são exibidos cinco trabalhos que misturam diferentes linguagens como dança, artes visuais, performance e cinema. Em duas sessões para cada trabalho, as obras apresentadas são: “Transmissiva”, a ser apresentada em Samambaia; “CoisAzul”, que ganha palco no Paranoá; “Reverberação: imagem, corpo e som”, obra que é levada ao Gama; “Casas Gêmeas”, cujas apresentações acontecem na Ceilândia; e “Carona/47”, levada para Planaltina.

A partir dessa Mostra, será criado o livro Zona de Contágio, com reflexões e imagens sobre todo o processo criativo dos grupos selecionados, que será lançado em 2017 com a promoção de ações de compartilhamento, tais como palestras e mesa redonda.

Confira a programação da Mostra  e conheça os trabalhos selecionados na  página do facebook: https://www.facebook.com/ZdeContagio/?fref=ts 


Oficina Dramaturgia na Dança com Luciana Lara em Mato Grosso nas cidades de Cuiabá e Rondonópolis










Cuiabá
De 03 a 06 de novembro sempre de 9 ás 14h na sala de dança do SESC Arsenal
Inscrições gratuitas pelo email: jpinheiro@sescmatogrosso.com.br


Rondonópolis
De 07 a 11 de novembro, o Sesc Rondonópolis recebe um CURSO GRATUITO muito especial: a segunda etapa do projeto de circulação nacional "Sesc Dramaturgias - Dança", com a ministrante Luciana Lara, de Brasilia.


INFORMAÇÕES:
07 A 11 DE NOVEMBRO - 18:30 AS 22:30
LOCAL: SALA DE DANÇA DO SESC RONDONÓPOLIS
CLASSIFICAÇÃO 16 ANOS

LINK PARA INSCRIÇÕES:
https://docs.google.com/…/1FAIpQLSfU2NUxzjr6p0M0U…/viewform…




Saiba mais sobre as oficinas:

Serão evidenciados os elementos constitutivos da mídia da dança (Espaço, Performer, Movimento, e Som) e as inúmeras maneiras de interação desses elementos por meio de exercícios práticos individuais e coletivos que sempre terão uma discussão teórica para aplicar os conceitos vistos e contextualizá-los dentro dos objetivos da oficina.

Os participantes farão exercícios práticos de criação e composição que envolvem escolha de movimentos, figurinos, espaço/cenário e trilha sonora.

PÚBLICO ALVO: Artistas da dança como coreógrafos, dançarinos, figurinistas, iluminadores e cenógrafos, como também artistas de outras linguagens artísticas como performers e atores, estudantes das artes cênicas e interessados em geral, com idade a partir de 16 anos.




Outubro



Experimente Brasília 

Experiência Cidade Sensorial com Luciana Lara
Dia 28/10/ 2016


[ experiência cidade sensorial ]

.preparamos essa experiência linda e muito inspiradora pra você sentir a pele de Brasília, afinal:

do que a vida mental e visual nos distancia?

o que o olhar rápido e emoldurado dos carros nos fazem perder no cotidiano?

nesta experiência sensorial conectiva, co criada e comandada pela coreógrafa Luciana Lara, vamos mergulhar em sensações e possibilidades do estado contemplativo que o movimento trás.

cheiros, sons, cores, volumes e texturas?

combinar e recombinar o seu olhar e o seu corpo propondo uma mirada mais porosa, compartilhando ferramentas para ver, sentir e perceber uma Brasília mais fluída, orgânica e natural.
+ conexão
+ dança
+ vibração suave
+ saltos
conecte-se.

lançamento
28/10
15h 30

vagas limitadas

reservas >> free <https://www.sympla.com.br/experiencia-cidade-sensorial-expe…
+ atenção: só reserve se você realmente for participar








Movimento Internacional de Dança 
De 03 a 25/10 em Brasília-DF

Anti Status Quo apresenta dentro do MID:

Dia 21 de outubro
"De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica"
Anexo do Museu da República as 21h.

Dia 18 de outubro 
Mesa: A dramaturgia do espectador no processo de criação
Luciana Lara e Eliana Carneiro
Mediação: Sérgio Maggio
Departamento de Artes Cênicas da UnB 




VII Mostra de Intérpretes Criadores Alaya Dança Dia 08/10/2016 - sábado 16h 
Fórum de Avaliação da VII Mostra
Apresentação/reflexão:
Helena Katz
Participação Mesa: Rui Moreira, Lina do Carmo, Luciana Lara e Yara de Cunto.
Mediação: Lenora Lobo
Local: Sala B1 - Departamento de Artes Cênicas da UnB - Brasília-DF


















Setembro

De 29 de setembro a 1 de Outubro 

Oficina Dramaturgia na Dança em Rio Branco - AC



























De 15 a 18/09/2016

Oficina Dramaturgia na Dança em Vitória-ES

O Centro Cultural Sesc Glória está com inscrições abertas para a oficina Dramaturgia na Dança - Processo de Criação e Estruturação dos Sentidos em Trabalhos Artísticos de Dança, com a artista Luciana Lara que acontece de 15 à 18 de setembro em Vitória.

A oficina faz parte do projeto Sesc Dramaturgias e abordará a construção dramatúrgica na dança a partir dos novos entendimentos desse conceito na cena contemporânea.

Luciana Lara é coreógrafa, diretora, professora e preparadora corporal, além de ser fundadora da Anti Status Quo Cia de Dança (DF).

Os interessados devem fazer a inscrição presencialmente na recepção do centro cultural ou solicitar a ficha de inscrição pelo e-mail cultura@es.sesc.com.br .




SERVIÇO

Sesc Dramaturgia - Oficina Dramaturgia na Dança - Processo de Criação e Estruturação dos Sentidos em Trabalhos Artísticos de Dança, com Luciana Lara (DF)
De 15 a 18 de setembro de 2016
Dias 15 e 16, das 18h às 22h, e dias 17 e 18 das 9h às 16h
No Centro Cultural Sesc Glória (Av. Jerônimo Monteiro, 428, Vitória, ES)
Investimento: R$20
Informações: 3223 0720 / cultura@es.sesc.com.br



Agosto


Cena Contemporânea- Festival Internacional de Teatro de Brasília.

De Carne e concreto - Uma Instalação Coreográfica
30 e 31 de agosto ás 21h - Galeria Athos Bulcão - Brasília-DF











Acesse: http://www.cenacontemporanea.com.br/programacao/de-carne-e-concreto-uma-instalacao-coreografica-anti-status-quo-companhia-de-danca-df/




Oficina Dramaturgia na Dança com Luciana Lara em Campina Grande e João Pessoa na Paraíba pelo SESC Dramaturgias

Campina Grande: De 2 à 6 de agosto das 17h ás 21h. 





Mais informações:




João Pessoa: De 8 á 11 de agosto de 18h ás 22h

Mais informações:
http://jpcultura.joaopessoa.pb.gov.br/evento/364/









Cena Contemporânea - Festival Internacional do Teatro de Brasília

De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica
Dias 30 e 31 de agosto - Galeria Athos Bulcão - Brasília-DF 


Serviço:

30 e 31 de agosto, às 21h
Galeria Athos Bulcão - Anexo do Teatro Nacional
R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Classificação Indicativa: 18 anos
Duração: 120 min







Junho

Modos de existir: Publicações 
De 21 a 26 de junho no Sesc Santo Amaro-SP















Oficina Dramaturgia na dança com Luciana Lara no Crato - CE 
De 17 a 20 de junho




Oficina Dramaturgia na dança com Luciana Lara em Juazeiro do Norte - CE
De 13 a 16 de Junho



Maio



ABRIL




FEVEREIRO


A Anti  Status Quo Cia de dança está na programação da IV Mostra de Dança XYZ  que acontece em Brasília-DF de 19 a 28 de fevereiro com 3 trabalhos: De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica ( Exposição e espetáculo) e a intervenção urbana Sacolas na Cabeça.



Dia 19.02, sexta-feira, ás 21h na Galeria Athos Bulcão

Abertura da Mostra com a exposição De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica, e uma performance inédita, criada especialmente para a ocasião. Na oportunidade também lançaremos o site interativo De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica que permite a visita virtual da exposição.



Dia 22.02, segunda-feira, às 12:30 no Setor Comercial Sul

Sacolas na Cabeça (Intervenção Urbana)



Dia 28, domingo , às 20h na Galeria Athos Bulcão

De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica (espetáculo)



SERVIÇO
IV MOSTRA DE DANÇA XYZ

Data: de 19 a 28 de fevereiro de 2016
Local: Galeria Athos Bulcão (anexo do Teatro Nacional, acesso pela via N2) e espaços urbanos de Brasília-DF.
Ingressos: ENTRADA FRANCA (mediante retirada de senhas, 30 minutos antes de cada apresentação)


*Conferir classificação indicativa dos espetáculos
Mais Informações: http://www.dancaxyz.com.br








2015

Anti Status Quo Companhia de Dança participa do Projeto Modos de Existir/ Módulo 5: Intervenções no Sesc Santo Amaro em São Paulo -SP com: 

Camaleões (Intervenção Urbana)




Camaleões 
Dia: 12 de junho (sexta-feira)
Horário: 16h 
Local: Rua Amador Bueno (Início em frente ao Poupatempo), Santo Amaro,  São Paulo-SP
Ingressos: Gratuito 

Projeto Modos de Existir/ Módulo 5 : Intervenção
De 11 a 14 de Junho de 2015 
Sesc Santo Amaro - São Paulo-SP


Para saber mais acesse:








2014


NOVEMBRO e DEZEMBRO



18 de Dezembro de 2014






14 de dezembro de 2014 




De 29 de novembro  à 14 de dezembro de 2014



A Anti Status Quo Companhia de Dança convida para  a estreia  de seu mais novo trabalho: "De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica"  em Brasília, neste sábado, dia 29/11/2014,  às 21h na Galeria Athos Bulcão (anexo do teatro Nacional, em frente à entrada da Secretaria de Cultura do DF, acesso pela via N2)!









































Direção: Luciana Lara com a criação em colaboração com o elenco.



Elenco: Camilla Nyarady; Carolina Carret; Cristhian Cantarino; João Lima; Luara Learth; Raoni Carricondo; Robson Castro e Vinícius Santana.



Artistas colaboradores convidados (Oficina residência): Marcelo Evelin, Gustavo Ciríaco e Denise Stutz



Design gráfico: Marconi Valadares



Assessoria de imprensa: Rodrigo Machado



Gyrotonic:Kenya Sampaio ( Personal Pilates)



Design de som: Antonio Serralvo







Serviço



“De Carne e Concreto – Uma Instalação coreográfica”



Instalação Coreográfica:

Abertura da Instalação dia 29/11 ás 21h.

Visitação de 30 de novembro a 14 de dezembro, de segunda a domingo, das 8 às 19h.

Entrada gratuita.

Classificação indicativa: 18 anos.

Local: Galeria Athos Bulcão (Via N2, anexo do Teatro Nacional. Entrada em frente à Secretaria de Estado de Cultura do DF).



Espetáculo -instalação:

Estreia  do espetáculo –instalação dia 29/11 ás 21h.

Temporada de apresentações de quinta a domingo, sempre às 21h,  de 29 de novembro até 14 de dezembro.

Duração: 120 minutos.

Entrada franca ( mediante retirada de ingressos, 50 por apresentação, 30 minutos antes do início de cada sessão).

Classificação indicativa: 18 anos.

Local: Galeria Athos Bulcão (Via N2, anexo do Teatro Nacional. Entrada em frente à Secretaria de Estado de Cultura do DF).
 




23/11 de 9 ás 12h 

Workshop Corpo e Cidade com Luciana Lara em São Sebastião









































De Carne e Concreto - Uma Instalação Coreográfica

De 05 a 09 de novembro no Teatro da Praça em Taguatinga-DF
De quarta à sábado às 21h e domingo às 20h



De 11 a 14 de novembro no Galpãozinho (ao lado da rodoviária) no Gama -DF.
De terça a sexta sempre às 21h


A entrada é franca com a retirada de convites 30 minutos antes do horário marcado para cada sessão.











































A Anti Status Quo Companhia de Dança estreia nesta quarta-feira o seu mais novo trabalho: De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica. 

O mergulho desta nova investigação é na condição urbana, no viver em cidades, enquanto coletividade. O grupo investe na relação com o público e com o espaço para abordar o tema e tem na escolha por espaços não-teatrais um dos diferenciais desta proposta coreográfica.
Essa criação inédita da companhia de Brasília é parte da sua pesquisa “Corpo e Cidade” e se desdobra do processo criativo de seu último espetáculo “Cidade em Plano” e a série de intervenções urbanas “Jamais seremos os mesmos” . 

A direção é de Luciana Lara com a criação em colaboração com o elenco.

Elenco:
Camilla Nyarady
Carolina Carret
João Lima
Luara Learth
Raoni Carricondo
Robson Castro
Vinícius Santana







OUTUBRO

Dia 25/10 - Workshop Aberto com Gustavo Ciríaco

 




































De 25/10 á 28/10 
Oficina Residência com Gustavo Ciríaco (primeira parte)

A Anti Status Quo Companhia de Dança traz à Brasília o coreógrafo, performer e artista contextual  Gustavo Ciríaco para  realizar uma oficina residência de imersão de 48 horas com membros da  Companhia e convidados. Gustavo ficará em Brasília de 25/10 à 28/10 para realizar a primeira parte da Oficina e  depois volta e fica com a gente do dia 16/10 ao dia 20/10.  Gustavo é o segundo artista ( oprimeiro foi Marcelo Evelin) que vem á Brasília para realizar esse intercâmbio que faz parte da pesquisa artística da Companhia chamado: Corpo e Cidade - Jamais seremos os mesmos que tem o apoio do FAC- Fundo de apoio à cultura do DF.  























Dia 18/10


Demontração Pública da Oficina Residência com Marcelo Evelin






Dia 17/10/2014
Workshop aberto com Marcelo Evelin



Oficina residência com Marcelo Evelin 

De 13 á 18 de outubro de 2014 

A Anti Status Quo Companhia de Dança traz à Brasília o coreógrafo, pesquisador e intérprete Marcelo Evelin  para  realizar uma oficina residência de imersão de 48 horas com membros da  Companhia e convidados. Marcelo ficará em Brasília uma semana (de 13 á 18 de outubro) para realizar esse intercâmbio que faz parte da pesquisa artística da Companhia chamado: Corpo e Cidade.  
 














Marcelo Evelin 
Foto: Isabelle Meister



JUNHO

Cidade em Plano em Salvador-BA
Circulação Nacional

 
 




 MAIO

CIDADE EM PLANO EM RECIFE-PE 
Circulação Nacional

 
ABRIL


 Movimento D - Festival de Dança de Brasília

Mesa de debates sobre Pesquisa da Linguagem Artística de Dança com Luciana Lara e Rafael Tursi com  mediação de  Giselle Rodrigues

Dia: 28 de Abril -
Horário: 11.30 ás 13h
Local: Instituto Federal de Educação , Ciência e Tecnologia de Brasília  
Endereço: GAN 610 (L2 norte) - Brasília-DF
Fone/Fax: +55 (61) 2103-2154



 




Participação no FITAZ - Festival Internacional de Teatro de La Paz - Bolívia  ( 2 à 12 de Abril)

Espetáculo Cidade em Plano 
5 de Abril  
Teatro Municipal 
19 horas
Censura 18 anos.








































MARÇO

Oficinas Gratuitas na Ceilândia e em São Sebastião acontecem de março a junho.
Início dia 15 na Ceilândia e 16 em São Sebastião
Duração: 3 meses (12 aulas de 3 horas cada)


Veja mais  no site do idança:

http://idanca.net/anti-status-quo-cia-de-danca-oferece-oficinas-gratuitas-distrito-federal/

FEVEREIRO 2014

Lançamento do livro: Arqueologia de Um Processo Criativo- Um Livro Coreográfico e Palestra com Luciana Lara em Uberlândia -MG dentro do Projeto Mono-Blocos  

Dia: 14 de fevereiro de 2014
Local: Universidade Federal de Uberlândia – Sala 01 – Bloco 3M
, Uberlândia-MG. 
Horário: 14h
Entrada Franca 

A convite do Projeto Mono-Blocos – Ação, Ocupação e Interação na Praça, patrocinado pela Petrobras, Luciana Lara  realiza uma palestra e lança o livro “Arqueologia de um Processo Criativo – Um livro Coreográfico”. A palestra acontecerá na sala 01 do Bloco 3M da UFU – Universidade Federal de Uberlândia às 14h. Logo após, às 15h30, ocorrerá o lançamento do livro no saguão do Bloco 3M. 
Veja a programação completa do evento: http://youtu.be/2qD5XFoymbY
 



DEZEMBRO

AUDIÇÃO PARA INTEGRAR A COMPANHIA EM 2014 









Ensaio Aberto Anti Status Quo no 57º Cometa Cenas 
Dia 13 de dezembro às 16:30
Departamento de Artes Cênicas da UNB - Sala B1- 51



SETEMBRO


Circulação Nacional do espetáculo Cidade em Plano.
Primeira parada: Curitiba - PR
Com Lançamento de livro e Oficina !
De 27 á 29 de setembro de 2013






Estaremos realizando também, junto com as três apresentações do espetáculo, o lançamento do livro "Arqueologia de um Processo Criativo - Um Livro coreográfico" com mesa redonda  sobre o tema " Processos Criativos em Dança com a participação das professoras Rosemeri Rocha , Gladis Tridapalli e a autora do livro  Luciana Lara no dia 28 de setembro ás 10:00 no charmoso Café com Fábulas.



E também a oficina " Camadas de significado na dramaturgia do movimento" sobre o processo criativo do espetáculo de dança contemporânea “Cidade em Plano” da Anti Status Quo Cia de dança ministrada pela diretora e coreógrafa Luciana Lara. 


Todos os eventos tem  entrada gratuita!

 
Serviço: Cidade em Plano - Espetáculo de dança contemporânea da Anti Status Quo Cia de dança de Brasília-DF  
Data: 27, 28 e 29 de setembro
Horário: Sempre ás 19.30
Local: Teatro Laboratório da FAP
Endereço: Rua dos Funcionários,1756 - Cabral. Curitiba-PR
Entrada: Gratuito

Serviço: Oficina: "Camadas de significado na dramaturgia do movimento"
Data: 27 de setembro de 2013
Horário: Das 8h às 11h
Local: Teatro Laboratório da FAP – estúdio 3
Endereço: Rua dos Funcionários, 1756. – Cabral. Curitiba-PR
Público alvo: Bailarinos, coreógrafos, performers, pesquisadores, professores e estudantes de dança e artes cênicas.
Inscrições: pelo email pridemorais@hotmail.com
Vagas: 20
Entrada: Gratuito

Serviço: Lançamento do livro "Arqueologia de Um Processo Criativo - Um Livro Coreográfico" de Luciana Lara
Data: 28 de setembro de 2013
Horário: 10:00
Local: Café com Fábulas
Endereço: Alameda Cabral, 670. São Francisco - Curitiba-PR
Entrada: Gratuito 



Apresentações do espetáculo, Lançamento do livro e Oficina fazem parte da programação do  VI Simpósio e IX Mostra de Dança da Faculdade de Artes do Paraná - FAP/ UNESPAR 











































Entrevista para a Rádio Câmara

21/09 19h
22/09 13h


TRILHA DAS ARTES com LUCIANA LARA
Rádio Câmara 96.9 FM

A coreógrafa da Anti Status Quo Companhia de Dança, Luciana Lara, fala de suas pesquisas na dança e de sua aproximação com as outras artes - o teatro, a pintura e o cinema - para desenvolver seus espetáculos. Reconhecida por seu caráter "experimental", a Companhia investe na pesquisa da expressão do movimento e da linguagem da dança construindo sua identidade ao longo das últimas duas décadas. A trilha sonora do espetáculo “Cidade em Plano”, composta por Valeria Lehmann, embala a conversa. [texto e apresentação: André Amaro]

















Luciana Lara  foto: Marconi Valadares



De 2 a 5 de setembro de 2013.
Participação de Luciana Lara no Primeiro Fórum Dança e Política realizado em Caracas - Venezuela, pela Fundación Coreoarte.
 









AGOSTO

Espetáculo: Cidade em Plano na Ocupação Funarte









 

DATAS:  16, 17 e 18 de agosto
HORÁRIOS: sexta e sábado ás 21h, domingo ás 20h
LOCAL: Sala Plínio Marcos – Complexo Cultural FUNARTE Brasília –DF
ENTRADA:  20,00 inteira e 10,00 meia

FAIXA ETÁRIA INDICATIVA: 18 anos



JULHO de 2013



ESPETÁCULO: CIDADE EM PLANO



Data: 26 e 27 de Julho de 2013 (sexta e sábado)

Horário: 21h

Local: Teatro SESC Paulo Autran –  Taguatinga 

Endereço: CNB 12 área especial 2/3, Taguatinga Norte
Ingressos: Entrada Franca
Censura: 18 anos
Informações:  (61)34459150










Workshop gratuito  “Camadas de significado na dramaturgia do movimento” com Luciana Lara


Descrição: Workshop de 3 horas sobre o processo criativo do espetáculo de dança contemporânea “Cidade em Plano” da Anti Status Quo Cia de dança” ministrado pela diretora e coreógrafa Luciana Lara.

Indicação: Bailarinos, coreógrafos, performers, pesquisadores, professores e estudantes de dança e artes cênicas.

Conteúdo: O workshop é composto de estratégias e metodologias desenvolvidas durante o processo de criação da dramaturgia e do desenvolvimento do vocabulário de movimento que compõem o espetáculo Cidade em Plano. Exercícios de percepção e propostas improvisação com o foco em construção de estados corporais através de camadas de estímulos sensórios, estados de emoção, análise e crítica do tema, da relação do corpo com a cidade  e do movimento.   





Dia: 27 de Julho de 2013 (sábado)
Horário: de 10 ás 13h
Local: Teatro SESC Paulo Autran – Taguatinga
Endereço: CNB 12 área especial 2/3, Taguatinga Norte
Inscrições gratuitas pelo telefone ou pelos e-mails: 96454443 asqdanca@asqdanca.com.br







Junho de 2013



CAMPO GRANDE - MS

Festival de Teatro Brasileiro - Cena Distrito Federal

LANÇAMENTO DO LIVRO: "Arqueologia de Um Processo Criativo - Um Livro Coreográfico" de Luciana Lara

26/06  - 18:30 - Foyer do Teatro Aracy Balabanian  

 

APRESENTAÇÅO DO ESPETACULO : "CIDADE EM PLANO" com bate-papo depois da sessão

28/06 -19h - Teatro Glauce Rocha

Oficina "Camadas de significado na Dramaturgia do Movimento" com Luciana Lara

29 e 30 de Junho de 14 ás 18h  no Centro Cultural José Octávio Guizzo







Abril de 2013





Setembro de 2012





AGOSTO  2012

PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA EXPERTISE DA RADIO CULTURA FM DE BRASÍLIA

Expertise é um programa de Artes Cênicas na Rádio Cultura FM de Brasília,sintonia 100,9 que vai ao ar aos sábados, 12h às 14h; com reprises às quartas, 20h, e sextas, à meia-noite!

Sheila Campos entrevista artistas, técnicos e estudiosos de teatro, dança, circo e  performance no clima de uma boa conversa,  de um descontraído bate-papo.  Com duração de aproximadamente duas horas, os entrevistados falam de seus trabalhos e discorrem sobre temas, aspectos e fazeres da cena. A cada semana uma agradável viagem capitaneada por um grande profissional da área das artes cênicas.

No programa desse sábado - dia 4 de agosto de 2012 -  Luciana Lara, diretora e coreógrafa da Anti Status Quo Companhia de Dança  é a convidada e o tema que não podia deixar de ser é a dança contemporânea!  Uma seleção de nove músicas que fizeram parte das criações coreográficas da Companhia permeiam toda a entrevista e serão, pela primeira vez, tocadas na rádio! Entre elas, 6 músicas foram criadas especialmente para os espetáculos da Companhia pelos músicos brazilienses Cláudio Vinícius, Valéria Lehmann, Paulucci Araújo e  Marcelo Linhos.

A reprise do programa acontece na quarta-feira dia 8 de agosto ás 20h e na sexta dia 10 de agosto ás 24h.
  
Serviço:

Expertise
O Programa sobre Artes Cênicas da Rádio Cultura FM
Sintonia 100,9
Sábados, 12h às 14h; com reprises às quartas, 20h, e sextas, à meia-noite.
Pesquisa, produção e apresentação: Sheila Campos
Sonoplastia: Santana San

Realização: Rádio Cultura FM de Brasília, emissora pública do Distrito Federal.